Número de candidatos que têm ensino superior e pós aumenta nestas eleições

A porcentagem de candidatos que têm maior escolaridade aumentou de 2014 para 2018. De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que foram atualizadas até o dia 22 de agosto de 2018, houve um aumento de 13,5% de candidatos que têm ensino superior ou pós-graduação. O percentual dos candidatos que completaram até o ensino fundamental diminuiu em 10,2% e o dos que têm ensino médio aumentou em 3%.
Leonardo Secchi (PSB), que tem pós-doutorado, passou pelas universidades de Harvard e Barcelona e é professor de ensino superior. Leonardo concorre, em 2018, ao cargo de deputado estadual por Santa Catarina e conta que sua vida sempre foi dentro da academia.